Pesadédalo

















Pesadédalo *

noite
labiobabel
labioba
             b
                é
                   l
                     i
                       c
                         o
                            s
labirintos
borgiariadnes
dos quais se sai
com sal nos olhos
áridos
por túneis Hamas
na carne viva
de poemas virgens
na língua
de papel branco
Minotauro
aterroriza
oferendas vivas
à míngua
em beco sem saída
Teseu
não dorme mais
no ponto
entre o fio
e o detonador de mitos

em arenas de Cnossos
tecnomidas
elevam nível de sangue
e ranger de ossos
a pico de audiência



* A palavra “nightmaze” foi criada por Joyce (capítulo 13 de “Finnegans Wake”). O poeta Leonardo Fróes traduziu-a como “pesadédalo” na expressão “nightmaze novel” (romance de pesadédalo) usada por Lawrence Ferlinghetti no poema 29 de Um parque de diversões na cabeça (L&PM, 1984), forma que me parece preferível à utilizada por Donald Schüler: "onirodédalo".






Comentários

Postagens mais visitadas