Antípodas










Poema do livro Movimento Suspeito, Editora Urutau, 2016.


Antípodas

Alguém apagou meu nome
com apagador de mágoas
porque naveguei ausências
(uma temporada no inferno
levou-me além do suportável).

Se eu soubesse em que ponto
abandonei minha dama selvagem
voltaria voando. Já não sei caminhos
e a diferença entre hiato e margens.

Duas sombras em lados opostos
da tempestade
nunca irão dividir a viagem.

Comentários

Postagens mais visitadas