Na escada rolante ao lado





Este poema era para ter sido incluído em Anarquipélago> Acabei me atrapalhando na versão que mandei para a editora e ficou de fora. Agora faz parte do meu último livro, Movimento suspeito (Urutau. 2016).
 
Na escada rolante ao lado

fascínio
a blusa de crepe,
neve
atravessando
o colo
  
o coração colonizado


Comentários

Postagens mais visitadas