Navalhas novas



Resultado de imagem para o fio da navalha



Navalhas novas 


Zerei  todo o discurso dos meus anos;
sem valia os versos no vão percurso
de erros e fracassos. Sempre à parte,
as palavras só me causaram danos.

Escassos os acertos no caminho,
oásis em acidentado curso;
multipliquei os pontos de  descarte
de gato por lebre, água por vinho.

Excesso de carga, infinitas falhas
suprimiram ilhas e horizonte.
Confesso agora feroz descompasso

entre aquilo que escrevo e o que faço.
Sem engenho, vou incendiar pontes,
ferir vazios com novas navalhas.


Comentários

Postagens mais visitadas