Fallujah



















Poema do livro Anarquipélago (Ibis Libris, 2013) .

 Fallujah

Guelras
e garras
casa a casa
gases
tóxicos
corpos
oxi
dados rolam
em ruínas
ira
que
germina
ódio
óleo
de répteis
decrépitos
bombons
de urânio
para a infância

se não há corpos
na tv
não existem mortos


Comentários

Postagens mais visitadas