terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Conjunção





Conjunção

Dizia-me maldades
ou ásperas verdades venenosas
à meia-luz,
a voz baixa
e monocórdia,
perfeitamente audível.

Estranhos insetos
entravam-me pelos ouvidos,
reviravam passos perdidos
em ruas do pretérito imperfeito
quando a chuva e o vento
beijavam meu rosto
ainda sem a teia de rugas
e o brilho dos olhos
intacto
em brasa viva.

Cada sentença pesada
e interminável
modificava a geografia afetiva,
subterrânea,
deslocava luas e descobertas.
Logo surgiu uma cidade estranha
atrás de cada fotografia
onde talvez existissem
pequenos grãos de felicidade.
O passado
tornou-se um país
por onde não passamos.

Quando esgotou a cota
de azedume
e guardou o rancor,
tudo o que pôde ver
do outro lado da cama
foi o rosto fora do ar
e de foco
de pequeno hipopótamo. .


Cica dos oitis

Cica dos oitis      Um contrassamba para Hélio Oiticica O sol cica dos oitis seca redundância um gole de parangolé pin...