Casa cheia


Jeffrey Conley



















Te vejo atrás da porta,
a mão ainda na maçaneta,
um olhar sem saber
se entra ou vai embora.

Espelho da tua incerteza,
meus lábios não se movem
enquanto o vento sacode a cortina
e enche a sala de solidão


Comentários

Postagens mais visitadas