Turbidez

Rony Bellinho



























Poema incluído no meu último livro - Movimento suspeito (Urutau, 2016).


Turbidez

Cinzas no licor,
e a garganta
atravessada
de impossível.
Pudesse
voltar ao líquido
inaugural,
decantar
a suspensão do juízo
e o teor de dopamina
na noite tóxica.
Resta aceitar
o líquido envenenado
do destino
e brindar
à palavra derramada no chão
a caminho do ralo.


Comentários

Postagens mais visitadas