domingo, 25 de dezembro de 2016

Salvo-conduto







Sujo de lodo
e enxofre,
com mercúrio na alma,
tudo o que busco
no fundo de fossa abominável
é um poema,
um único poema,
pequeno diamante
quase ilegível,
um poema impossível
a fim de apresentá-lo
a Deus no dia
em que os sem juízo
serão conduzidos ao inferno
da ressurreição.

Um poema
salvará a minha alma
da eternidade.


Cica dos oitis

Cica dos oitis      Um contrassamba para Hélio Oiticica O sol cica dos oitis seca redundância um gole de parangolé pin...