quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Céu de Khlébnikov





















Poema do livro Anarquipélago.


Céu de Khlébnikov

Khlébnikov,
a linguagem zaúm
dupla vida de Ka
nariz quebrado
em ringue mma

Para a plateia
na pista
chave de palavra
protocolar
cena réptil-repeteco
a se perder de vista

Ilegível a consumidores
de signos calcifalsificados
(voz irmã Maiakóvski),
aberto a páginas de cidades
sem dromos donos drones
dormitérios
crematúrias
midientulho

Khlébnikov
gregorussegípcio
fonopoema em ouvidos  
no pântano de vírgensvírgulas siberianas
nas covas lexicarnívoras de etcterbrados
para infiltrações antitautologia

Poeta
energeia
ergonauta.

Cica dos oitis

Cica dos oitis      Um contrassamba para Hélio Oiticica O sol cica dos oitis seca redundância um gole de parangolé pin...