Café com asas

















Atrás da vidraça
um beija-flor
aflito.

Abro a janela;
arisco,
atravessa
o meu abraço.

Fecho.
No vácuo
fica
o bico
de um gavião
no vidro.

Comentários

Postagens mais visitadas