sábado, 10 de setembro de 2016

Longe – versão 2016

Lygia Pape
























Longe:
advérbio
de distância variável.
Flutua
a memória magoada,
ora plena,
ora pura opacidade.

Longe:
advérbio de solidão,
sintaxe intoxicada
pelo gás carbônico
de ruas rasuradas,
despovoadas
de coletivos, conectivos.

Longe:
advérbio de perda,
sílabas-serpentes
a percorrer ásperos planaltos
que se desfazem na noite
fora de limites.

Longe:
adjetivo espacial,
alguém
na linha de descontinuidade
das contingências
escapa ao olhar
entre origem e margens.
Sem substância,
insubordinado
ser
se apaga
muito além de depois,
um pouco antes de jamais.

Longe:
substantivo impróprio.

Cica dos oitis

Cica dos oitis      Um contrassamba para Hélio Oiticica O sol cica dos oitis seca redundância um gole de parangolé pin...