Dois tempos

Balança de pesar escravos

















Outrora
o peso dos negros
em ouro
carne pra córregos
fazendas
minas
pura carnificina

Agora
lançam em branco
jazidas de exclusão
recusas
faltas
avança
velha matança


Comentários

Postagens mais visitadas