Rosto apagado

René Magritte





















Rosto apagado

Riscado de rugas o rosto
despejado no espelho.
Aos poucos
todas as linhas se apagam
com o vapor d'água.
Depois
a toalha desbotada do tempo
há de retirar
todos os traços e destroços
de partículas de sonho estacionadas
em vagas
para palavras deficientes.




Comentários

Postagens mais visitadas